Marketing de baixo custo para pequenas empresas

Como aumentar o ticket médio de seus clientes em sua loja de roupas
Maio 15, 2018
Conheça algumas alterações da NF-e 4.0
Maio 17, 2018

Marketing de baixo custo para pequenas empresas

31AGO

Marketing de baixo custo para pequenas empresas

Se você está em busca de estratégias de marketing eficientes e de baixo custo, este artigo poderá ser um pontapé inicial para esta nova fase do seu negócio.

Acontece que há hoje inúmeras inciativas que podem ser implementadas no seu negócio com custo nulo ou muito baixo. Para descobri-las, não deixe de ler este texto até o final.

O CONCEITO DE MARKETING

Para falar em estratégias de marketing para pequenas empresas, antes é preciso compreendermos verdadeiramente o significado de marketing.

Umas das explicações mais completas e ao mesmo tempo mais eficientes, é a trazida pelo grande autor Philip Kotler no livro “Marketing Management”, veja:

 “Marketing é a ciência e a arte de explorar, criar e entregar valor para satisfazer as necessidades de um mercado-alvo com lucro. Marketing identifica necessidades e desejos não realizados. Ele define, mede e quantifica o tamanho do mercado identificado e o potencial de lucro. Ele aponta quais os segmentos que a empresa é capaz de servir melhor e que projeta e promove os produtos e serviços adequados.”

Em outras palavras, marketing é um conjunto de estratégias que definem desde a forma como você recebe o seu cliente, o valor que você consegue agregar ao seu produto, ou a fatia do mercado que você deseja atingir.

Engana-se então, quem pensa que marketing está relacionado apenas às maneiras de vender um produto. Em vez disso, ele sempre esteve presente no seu negócio antes mesmo de você fazer a sua primeira venda.

ESTRATÉGIAS DE MARKETING DE BAIXO CUSTO EM PEQUENAS EMPRESAS, É POSSÍVEL?

Não só é possível, com você pode aplicar isso no seu negócio hoje mesmo!

Muitas empresas deixam para se preocupar com isso somente quando as vendas caem, as contas aumentam ou o mercado decresce. Pois então, essas são, muitas vezes, consequência da negligência dos empreendedores quanto ao assunto. Que ao invés de tornar o negócio ainda mais rentável, só aplicam estratégias de marketing para recuperar os resultados negativos de meses de recessão.

A maneira mais fácil de você não deixar que isso aconteça com o seu negócio é agindo imediatamente em pontos falhos e de baixo investimento.

Para tornar ainda mais simples esta reviravolta nas suas estratégias de marketing, separamos algumas dicas para você acelerar ainda mais o seu crescimento:

A) PREOCUPE-SE COM A SATISFAÇÃO DOS SEUS COLABORADORES

O que um ambiente de trabalho feliz tem a ver com estratégias de mercado? Tudo!

Lembre-se que o atendimento está entre os principais motivos que fazem um cliente voltar ao seu estabelecimento. Quem fará com que ele se sinta bem, encontre tudo o que veio procurar e ainda seja bem atendido será o seu colaborador. Portanto, implemente em sua empresa sessões periódicas de feedbacks entre liderança e liderados.

Para quem está sobre a sua gestão é muito importante saber em que pontos estão errando ou acertando. Ao mesmo tempo que você necessita ouvir em que o seu ambiente de trabalho pode melhorar para se tornar ainda mais agradável durante as horas que os seus colaboradores passam ali.

No fim das contas, quem sai ganhando são vocês três (pois o seu cliente se inclui nesta conta!).

B) MUDE A MANEIRA COMO O SEU PRODUTO OU SERVIÇO É OFERECIDO

O que os seus clientes compram de você: um produto ou uma solução? Certifique-se que é a segunda opção.

A maneira como você vende definirá a forma como seu cliente enxerga o seu produto. É importante, portanto, ultrapassar a barreira do descritivo e oferecer aos seus clientes os benefícios e resultados positivos que serão causados no dia a dia dele após comparar com você.

Algumas técnicas de vendas que remetem a isso sugerem ainda que você compreenda a “dor”  do seu cliente, ou seja, o real motivo pelo qual ele está adquirindo o que você oferece. Descobrindo ela, direcione todos os seus argumentos para isso, demonstrando todas as vantagens que a partir de então estarão à disposição deste comprador.

C) TENHA UMA PRESENÇA DIGITAL FORTE

Não é mais novidade para ninguém que uma marca forte necessita estar nas redes sociais. Mas o que pouca gente sabe é que ter uma fanpage e mantê-la atualizada pode ser mais fácil do que se imagina.

Empresas maiores têm investimentos específicos voltados para o gerenciamento de mídias como website, Facebook, Instagram, etc. E, convenhamos, um dia os negócios pequenos crescerão e também passarão a investir nesta estratégia com a ajuda de profissionais. Mas, até lá, mão à obra, empreendedor!

Crie para o seu negócio um canal onde você possa divulgar dicas, assuntos que interessem aos seus clientes, produtos, promoções, novidades, etc. Isso fará com que você aproveite o tempo que o seu público passa on-line para se relacionar com ele.

O próprio Facebook, por exemplo, oferece treinamentos gratuitos para empreendedores que desejam dar os primeiros passos em marketing digital com a ajuda da rede social. Aliás, clicando aqui neste link você poderá começar um curso agora mesmo.

Depois disso, é só manter os trabalhos e começar a colher os frutos dos seus esforços.